quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Festival Moacir Santos homenageia maestro pernambucano nos dias 13 e 14 de agosto, no Recife










Figura das mais importantes na música brasileira, o compositor, instrumentista e maestro pernambucano Moacir Santos (1926-2006) é homenageado na segunda edição do Festival Moacir Santos. O evento acontece no Recife, nos dias 13 e 14 de agosto, com shows com músicos brasileiros e estrangeiros no Teatro de Santa Isabel oficina no Conservatório Pernambucano de Música. Também está sendo lançado um livro sobre a vida e obra do maestro Moacir Santos.

Esta é a segunda edição do Festival Moacir Santos, que começou no Recife, no ano passado, e este ano foi ampliado, acontecendo em mais duas cidades. Antes das apresentações no Recife, o Festival Moacir Santos passa pelo Rio de Janeiro (6 a 9 de agosto) e Brasília (10 e 11 de agosto).No festival, será lançado olivro Moacir Santos, ou os caminhos de um músico brasileiro (Editora Folha Seca), fruto da tese de dourado da flautista Andrea Ernest Dias na Universidade Federal da Bahia (UFBA). O livro recupera a trajetória do compositor dosando biografia e a análise musical.

Entre as atrações, Hubert Laws, um dos principais flautistas do jazz americano em todos os tempos. Hubert Laws terá como convidados o contrabaixista John Leftwich, de Los Angeles, e os brasileiros Ricardo Silveira (guitarra) e Kiko Freitas (bateria).

Também entre as atrações oTrio 3-63, formado pela flautista Andrea Ernest Dias, pelo pianista Paulo Braga e pelo percussionista Marcos Suzano.Em seu novo CD, Muacy (Sambatown, 2014), que sai agora no final de agosto, o Trio 3-63 presta uma homenagem ao maestro Moacir Santos. Muacyé uma corruptela do nome de Moacir Santos, como consta em seu registro de batismo. O repertório do show traz clássicos do compositor como Paraíso e Coisa no1 e pérolas inéditas como o mojoThe Beautiful Life, a balada Love Go Down e Sambatango, descobertas durante a pesquisa de doutorado realizada por Andrea no acervo de Moacir Santos, na Califórnia. O Trio 3-63 apresenta também músicas de Radamés Gnattali e Guerra-Peixe, de quem Moacir foi discípulo, mostrando a ligação do maestro com o universo da composição erudita.

A concepção e direção artísticado Festival Moacir Santos são da flautista Andrea Ernest Dias, autora do livroMoacir Santos, ou os caminhos de um músico brasileira, que assina também a curadoria dos shows em parceria com o pianista Paulo Braga.O festival tem o patrocínio do BNDES e do Banco do Brasil.





Um comentário:

Nancy Takahashi disse...

Olá! Gostaria de saber como posso adquirir o CD Muacy. Você tem alguma informação? Moro em Salvador e meu pai se interessou. Obrigada desde já pela atenção. Nancy